Logística de produtos agrícolas: desafios e possibilidades

  • Logística de produtos agrícolas: desafios e possibilidades

    Logística de produtos agrícolas: desafios e possibilidades

    A logística de produtos agrícolas tem as suas próprias características, já que esse é um nicho que envolve questões bastante específicas. Com um mercado sólido e amplo, o Brasil oferece ótimas oportunidades aos produtores, porém, também exige todo cuidado no transporte, armazenamento e manuseio dessas cargas.

    Os grandes volumes, as distâncias percorridas e a questão da perecibilidade são apenas alguns dos fatores que fazem com que esse nicho seja mais complexo. Neste post, você vai entender melhor os desafios da logística agrícola e como ter sucesso nesse mercado.

    Entenda os principais desafios da logística de produtos agrícolas

    A logística de produtos agrícolas deve ser pensada sempre em torno de todas as características principais desse mercado. Lidar com produtos alimentícios é ter demandas certas e relevantes, mas essa atividade também traz as suas exigências mais rígidas.

    ALTO VOLUME DE EXPORTAÇÃO

    O mercado agrícola trabalha na maioria do tempo com volumes enormes de exportação, o que demanda esforços e um planejamento maior do que o normal. Lidar com isso gera custos altos, responsabilidades jurídicas e fiscais importantes, além do transporte e armazenamento adequado.

    As produções serão sempre grandes, muitas vezes sendo vendidas para outros países de uma só vez. Naturalmente, essa questão exige uma operação logística em proporcional, com mais custos e pessoas envolvidas, para que tudo dê certo.

    GRANDES DISTÂNCIAS PERCORRIDAS

    Quando esses volumes não são exportados, a distribuição também é feita em todo território nacional, o que resulta em grandes distâncias percorridas. Dias de viagem em caminhões são uma realidade na logística de produtos agrícolas.

    Esse cenário também é influenciado por conta de as produções acontecerem em regiões do interior dos estados. Assim, as viagens são mais longas, gerando mais custos de frete, que são mais caros. Além disso, o planejamento é mais detalhado, para uma entrega no tempo certo, preservando os alimentos da maneira correta.

    PERECIBILIDADE

    Lidar com o setor agrícola tem uma particularidade muito específica: a perecibilidade. Naturalmente, produtos alimentícios têm prazos de validade, influenciando todo o processo logístico, que precisa considerar isso para evitar perdas e prejuízos de grande porte.

    Entre os principais cuidados com essa questão estão: manuseio e transporte adequados, planejamento do tempo de viagem e cuidados gerais para preservar a possibilidade de comercialização e consumo dos produtos.

    VARIAÇÃO DOS PREÇOS DAS COMMODITIES

    Comerciantes agrícolas costumam vender suas produções em largas escalas, chamadas de commodities. O preço desses lotes, geralmente vendidos para países em específico, varia de acordo com o seu valor, definido pela bolsa de mercado futuro. Entretanto, essa imprevisibilidade pode ser prejudicial.

    É comum que o custo de produção desses alimentos seja alto e, quando a variação joga os preços para baixo, o lucro pode ser pequeno. Não saber por quanto esses produtos serão vendidos futuramente é uma questão que demanda planejamento financeiro rigoroso.

    SAZONALIDADE

    Alimentos são produzidos respeitando sempre as diferentes sazonalidades de cada um. Isso demanda todo um planejamento para que as safras sejam atendidas de forma precisa, dedicando esforços para ter o máximo de aproveitamento em cada categoria de alimento.

    Entretanto, diferentes produções demandam de ferramentas e equipamentos distintos, que podem ficar parados durante períodos fora da safra. Isso gera um custo que precisa ser administrado precisamente, evitando prejuízos aos produtores.

     

    Please follow and like us:

    Leave a comment

    Required fields are marked *